17:00:28 - 13/02/2007

Presidente Hollanda apresenta plano de gestão para o biênio



Pioneirismo: Desembargador-presidente Hollanda Ferreira define as metas de sua administração



     Numa iniciativa pioneira, o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador José Fernandes Hollanda Ferreira, apresentou hoje (13) à sociedade alagoana o Plano de Gestão Estratégico-Institucional do Poder Judiciário (PGEST) para o biênio 2007/2008. O documento contempla programas, projetos e ações e estabelece as metas a serem perseguidas pela nova administração do TJ/AL.

     Oferecer serviços com qualidade, ampliar a responsabilidade socioambiental, elevar a produção de julgados, acelerar o trâmite processual, melhorar a imagem do Judiciário perante a sociedade e contribuir para a modernização do Poder são alguns dos principais objetivos do Plano de Gestão.

     A elaboração do PGEST ficou a cargo de uma comissão designada pelo desembargador-presidente Hollanda Ferreira. A equipe é constituída de servidores da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário, do Fundo Especial de Modernização do Judiciário (Funjuris) e da Direção e Subdireção Gerais da Corte.

     O plano subdivide-se em quatro programas: Racionalização Administrativa (Proad), Modernização da Gestão do Sistema Judiciário (Projud), Aprimoramento das Relações Político-Institucionais (Prorp) e Desenvolvimento Integrado de Tecnologia de Informação (Prodesti).

      Os programas contêm projetos e ações específicos que serão desenvolvidos pelos setores com atribuições diretamente relacionadas a cada área de atuação.

     Metas

     Inúmeras metas foram estabelecidas no Plano de Gestão, entre elas a implementação de ações voltadas à reengenharia do Judiciário e à otimização e aperfeiçoamento dos serviços jurisdicionais; conclusão das obras do novo prédio do Tribunal de Justiça; criação do Projeto Conciliar (destinado à solução ágil de conflitos na área de Família); instalação de fóruns regionais na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e no Benedito Bentes, em Maceió; criação e instalação da Vara Criminal Especializada da Capital, com competência (extensiva a todo o Estado) para processamento e julgamento de crimes praticados por facções criminosas; e implantação do Sistema de Protocolo Postal.

     O PGEST também pontua várias metas que serão perseguidas em conjunto com o Funjuris. Reforma no Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, com a instalação de uma central de atendimento nos moldes do “Já” do Poder Executivo; construção dos fóruns de Porto Calvo e de Viçosa e dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais de Palmeira dos Índios e Penedo, além do 9º JECC da Capital são algumas das prioridades.

     Tecnologia da Informação

     A nova gestão do TJ/AL destina atenção especial aos projetos na área de Tecnologia de Informação, elencando como metas a conclusão do processo de informatização nas comarcas de 1ª e 2ª entrâncias, virtualização dos processos nos Juizados Especiais Cíveis e Criminais e na 15ª e 19ª Varas Cíveis da Capital (Fazenda Pública), interligação das Varas de Execuções Penais de Maceió e Arapiraca ao sistema prisional, implantação do protocolo administrativo virtual, informatização do Pleno do TJ/AL, implantação da TV Justiça, criação do Diário Virtual do Judiciário, otimização do serviço de jurisprudência entre outras.

     Confira a integra do Plano de Gestão na página inicial do portal TJ.

     















Assessoria de Imprensa/Presidência
(82) 4009-3458
Núcleo de Imprensa e Webjornalismo
(82) 4009-3141 / 4009-3240
Núcleo de Áudio Visual
(82) 4009-3345
Assessoria de Imprensa/Corregedoria
(82) 4009-3174
E-mail
imprensa@tjal.jus.br






         


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas
Praça Marechal Deodoro, 319 - Centro, Cep.: 57020-919, Maceió-AL.
Fone: (0**82) 4009-3100.