Geral - 19/03/2018 - 11:47:20
Banco de peritos facilita andamento de processos que precisam de parecer técnico
Atualmente, 107 profissionais, das mais diversas áreas, estão devidamente cadastrados para atuar junto à Justiça alagoana

 

Com a finalidade de facilitar o andamento dos processos que precisam de parecer técnico, a Corregedoria-Geral de Justiça de Alagoas (CGJ/AL) mantém, desde 2013, um banco de peritos, tradutores e intérpretes, criado pelo provimento n° 9/2013. Os magistrados podem consultar o banco e escolher o profissional que melhor se enquadre no processo em que estiverem atuando.


O perito judicial é um especialista, designado pelo magistrado, para auxiliá-lo na condução de processos que exigem parecer profissional em uma área específica (engenharia, medicina, etc); o tradutor pode ser designado para traduzir documentos de uma língua para outra, como as Cartas Rogatórias; já o intérprete tem a função de facilitar a comunicação entre as partes e o magistrado.

Segundo a servidora Karla Quintiliano, que administra o banco de peritos, o objetivo é facilitar o trabalho dos desembargadores, juízes e servidores. “O banco de peritos encurta o caminho dos magistrados e servidores na busca pelos profissionais, tornando mais célere o andamento dos processos e beneficiando os jurisdicionados", disse.

Atualmente, 107 profissionais, das mais diversas áreas, estão devidamente cadastrados para atuar junto à Justiça alagoana. Mais informações sobre o banco de peritos podem ser adquiridas através do telefone: (82) 4009-7184.

Para se tornar um perito, intérprete ou tradutor oficial do Poder Judiciário de Alagoas, é preciso se cadastrar no banco de peritos, por meio do link, ou pelo site da Corregedoria-Geral. Confira o passo-a-passo, clicando aqui.

Antes de começar o cadastro o candidato teve ter em mãos os seguintes documentos digitalizados no formato PDF:

  1. Certidão do órgão ao qual está vinculado comprovando a especialidade

  2. Comprovação de cadastro no INSS

  3. Diploma de bacharelado*

  4. Certidão de regularidade perante a entidade profissional que estiver vinculado

*Não se aplica aos Corretores de Imóveis habilitados no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários - CNAI

Vitor Menezes - Ascom CGJ/AL

(82) 4009-7167



















Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.