Corregedoria - 22/03/2019 - 12:23:28
Tourinho destaca atuação de juízes e servidores durante inspeção do CNJ
Ministro Aloysio Corrêa da Veiga e equipe encerraram os trabalhos nesta sexta-feira (22) com solenidade no pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas

Equipe da CGJ/AL, durante encerramento das atividades de inspeção do CNJ. Foto: Itawi Albuquerque Equipe da CGJ/AL, durante encerramento das atividades de inspeção do CNJ. Foto: Itawi Albuquerque
CNJ encerra inspeção no TJ de Alagoas
- Conselho Nacional de Justiça encerra inspeção no TJAL

O corregedor-geral de Justiça, Fernando Tourinho, e os juízes auxiliares Antônio Rafael Casado, Lorena Sotto-Mayor e João Paulo Martins, além do ouvidor, Diógenes Tenório, e servidores da Corregedoria Geral de Justiça (CGJ/AL), participaram do encerramento das atividades de inspeção do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na manhã desta sexta-feira (22), no pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). A vistoria teve o objetivo de aprimorar o funcionamento do Judiciário alagoano.

Na ocasião, Fernando Tourinho agradeceu aos magistrados e servidores da Corregedoria Geral da Justiça de Alagoas (CGJ/AL) pela disponibilidade em atender às necessidades do CNJ durante a inspeção. Tourinho também destacou a importância das visitas do corregedor nacional, o conselheiro Aloysio Corrêa da Veiga, e equipe, pelo diálogo estabelecido em prol da melhor prestação jurisdicional em Alagoas.

“Essa visita foi muito importante para o Judiciário alagoano. O papel da Corregedoria Nacional, em seu caráter orientativo, nos possibilitou rever algumas coisas que estamos adotando na Corregedoria. Como estamos no início de gestão, isso possibilita que a gente reveja alguns pontos e possa aprimorar os nossos serviços”, ratificou o corregedor da Justiça de Alagoas.

O ministro Aloysio Corrêa agradeceu a disponibilidade de todos os desembargadores, como também do corregedor Fernando Tourinho e do presidente Tutmés Airan, por apresentarem transparência durante toda a atuação do CNJ em Alagoas.

“Primeiro, tenho a alegria de poder compartilhar com pessoas tão especiais, que nos receberam de uma maneira muito fidalga e depois trazer esse conteúdo de integração dos tribunais do Brasil, de modo que a gente possa aperfeiçoar sempre e visar uma melhoria da prestação jurisdicional. Esse é o objetivo dessas visitas em todos os tribunais de Justiça de todo o país […] Nós temos uma amplitude muito grande de ação. É claro que há necessidades, pontos que precisam ser, naturalmente, refletidos para fazermos uma melhoraria, um aprimoramento e desenvolvermos políticas públicas de atuação”, comentou o ministro.

O presidente do Tribunal de Justiça, Tutmés Airan, disse que o Judiciário precisa se comunicar mais com a sociedade. “Nós precisamos corrigir os equívocos e os eventuais erros, até se valendo da autoridade, da recomendação e da inquisição do Conselho Nacional de Justiça. Nós não temos compromisso com o erro, mas em tentar acertar e estamos envolvidos em muito trabalho nessa tarefa”, argumentou.

Fernando Tourinho e os juízes auxiliares continuarão as visitas às unidades judiciárias de Alagoas, com o objetivo de traçar medidas de aperfeiçoamento do Poder Judiciário. “O corregedor vai ao encontro da magistratura de primeiro grau, conversar com juízes e servidores, para que, juntos, possamos melhorar as condições de trabalho”, disse o corregedor da Justiça de Alagoas.


Niel Antonio

Ascom CGJ/AL - (82) 4009-7167


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.