Corregedoria - 24/05/2019 - 09:39:31
Tourinho dialoga com presidente da comissão do concurso dos cartórios de AL
Desembargador de SP, Marcelo Martins Berthe, destacou como produtivo o contato com representantes da Justiça alagoana; edital do certame será republicado

“Só nos compete, agora, auxiliar o CNJ no que for necessário”, disse Tourinho. Foto: Niel Antonio “Só nos compete, agora, auxiliar o CNJ no que for necessário”, disse Tourinho. Foto: Niel Antonio

Nessa quinta-feira (23), o corregedor-geral da Justiça, desembargador Fernando Tourinho, recebeu o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Marcelo Martins Berthe, para dialogar sobre a realização do concurso dos cartórios de Alagoas. Berthe é presidente da comissão do certame, designada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Na oportunidade, o corregedor afirmou que a Corregedoria está aberta para ajudar a comissão organizadora do concurso no que for preciso. “O presidente do TJ também está com esse mesmo propósito, imbuído de que vamos realizar esse concurso, que é importante para o Estado de Alagoas. O último concurso é de 1986, então precisamos regularizar essa situação, e é uma determinação do Conselho Nacional de Justiça”, comentou Fernando Tourinho.

O desembargador Marcelo Martins Berthe destacou que o contato com o Judiciário de Alagoas foi produtivo para estabelecer as metas de realização do concurso. Ele destacou a relevância dos cartórios extrajudiciais para a sociedade.

“O Poder Judiciário pode ser muito mais eficiente, porque o extrajudicial não deixa de ser um braço direito do Judiciário; ele é um serviço auxiliar da Justiça. Onde não há conflitos, nem a necessidade da interferência direta do juiz, o extrajudicial faz isso numa agilidade maior e traz um resultado excelente para a sociedade. A disposição do Tribunal é empolgante, porque deixa a gente feliz de se dedicar a um trabalho dessa magnitude”, disse.

Ainda de acordo com o desembargador Marcelo Berthe, o próximo passo será a formação definitiva da comissão para a republicação do edital, levando em consideração as peculiaridades do Estado e tudo o que foi discutido nos encontros com o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Tutmés Airan, e com o corregedor-geral Fernando Tourinho. “Só nos compete, agora, auxiliar o CNJ no que for necessário”, concluiu Tourinho.

O encontro também teve a participação da juíza auxiliar da CGJ/AL, Lorena Sotto-Mayor, e do representante da Secretaria do concurso, Soffner Rodrigues Martins.


Niel Antonio – Ascom CGJ/AL

imprensacgj@tjal.jus.br  (82) 4009-7167


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.