Geral - 07/11/2018 - 13:37:52
Centro de conciliao no Vergel aproxima Justia da populao pobre
rgo foi inaugurado dentro da Comunidade Esprita Nosso Lar, prximo favela Sururu do Capote, s margens da Lagoa Munda

Desembargadores Tutms Airan e Celyrio Adamastor; diretor Vitor Jos; juzes Juliana Batistela e Sandro Augusto. Desembargadores Tutms Airan e Celyrio Adamastor; diretor Vitor Jos; juzes Juliana Batistela e Sandro Augusto. Foto: Caio Loureiro.
Centro de conciliao inaugurado no Vergel, em Macei

A instalao de um Centro de Soluo de Conflitos e Cidadania (Cejusc) dentro da Comunidade Esprita Nosso Lar, no bairro do Vergel, dar uma grande contribuio para pacificar a regio. o que avaliam os integrantes do Poder Judicirio de Alagoas presentes na inaugurao do rgo, realizada nesta quarta-feira (7).

?O Poder Judicirio est de parabns, s se consegue a paz solucionando os conflitos. Outrora a Justia vivia em uma redoma, hoje no mais, o nosso forte estar junto da comunidade?, destacou o desembargador Celyrio Adamastor, vice-presidente do Tribunal de Justia, no exerccio da Presidncia.

Junto favela Sururu do Capote, s margens da Lagoa Munda, o Cejusc ter grande impacto para a populao local, ?extremamente carente?, como avalia o desembargador Tutms Airan, coordenador do Ncleo Permanente de Mtodos Consensuais de Soluo de Conflitos (Nupemec).

?O Poder Judicirio est somando foras com um centro esprita bastante prestigiado, para produzir paz. o tipo da iniciativa que pensamos em multiplicar para outros centros espritas e igrejas?, disse Tutms Airan.

O diretor da Comunidade Esprita, Vtor Jos Rodrigues, explica que a instituio atualmente j trabalha na soluo de conflitos. ?So inmeros os advogados que nos ajudam, mas com a proximidade do TJ, temos a oportunidade dar um carter formal e equacionar os conflitos dentro da estabilidade da lei, e com isso dinamizar os processos sociais?.

A Comunidade, que tem 5.400 pessoas da regio cadastradas, tambm presta diversos servios populao nas reas de sade, esporte e educao profissionalizante.

Est responsvel pelo Cejusc a juza Juliana Batistela. Ela acredita que o rgo dar vazo a uma demanda reprimida e promover incluso social. ?A gente vai comear com questes de famlia: divrcio, alimentos, guarda de filhos; posteriormente vamos abranger todas as demandas que podem ser tratadas, com direito do consumidor, que um grande ramo que tratamos?.

As audincias comeam a ser realizadas j nesta quinta-feira (8), a partir das 14h.


Desembargadores e juzes durante o gesto simblico de inaugurao do Centro de Soluo de Conflitos. Foto: Caio Loureiro.  

Diretoria de Comunicao - Dicom TJAL - I  N
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.






Adotar  Amor