Geral 13/07/2021 - 10:22:00
TJAL e CGJ lamentam falecimento do desembargador aposentado José Agnaldo de Souza Araújo
José Agnaldo ingressou na magistratura em 1960; foi presidente do TJAL, do TRE/AL e esteve à frente da Corregedoria e da Esmal

Botão whatsapp
José Agnaldo de Souza Araújo durante homenagem da Uninassau, em 2018. José Agnaldo de Souza Araújo durante homenagem da Uninassau, em 2018. Foto: Itawi Albuquerque
TJAL e CGJ lamentam falecimento do desembargador aposentado José Agnaldo

A Presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) e a Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ) lamentam o falecimento do desembargador aposentado José Agnaldo de Souza Araújo, de 88 anos.

José Agnaldo era pai do corregedor Fábio José Bittencourt Araújo, do juiz Antônio José Bittencourt Araújo e do oficial de justiça José Agnaldo Acioli Araújo. Deixa também os filhos João José Acioli Araújo e Flávia Maria Bittencourt Araújo, além da esposa, a juíza Maria Verônica Correia. 

José Agnaldo ingressou na magistratura em 1960, tendo atuado nas comarcas de Batalha, Traipu, São Luís do Quitunde, Penedo e Maceió. Em 1979, foi promovido pelo critério de antiguidade para o cargo de desembargador do TJAL, onde ficou até 2002. Assumiu como corregedor-geral da Justiça de Alagoas em 1987.

No ano seguinte, foi eleito vice-presidente do TJAL para o biênio 89/90. Assumiu a Presidência da Corte no biênio 95/96, época em que teve início a implantação do Sistema de Automação do Poder Judiciário, foi criado o programa Justiça Itinerante e instituído o Fundo Especial de Modernização do Judiciário (Funjuris).

Foi ainda presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL) de 1985 a 1986 e de 1992 a 1994. O desembargador esteve à frente da Escola Superior da Magistratura (Esmal) em 1995 e 1996. 


Diretoria de Comunicação - Dicom TJAL DS
imprensa@tjal.jus.br



Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.























LEGISLAÇÃO E NORMAS