Notícia

início>Notícia

Conciliação - 14/01/2021 - 16:00:47
Ações de parceria entre TJAL e Cesmac são apresentadas em congresso virtual
Centro de conciliação que funciona dentro da faculdade auxiliou população em procedimentos relacionados a paternidade e pensão alimentícia

Atividades foram apresentadas pela juíza Ana Florinda Dantas, uma das coordenadoras do centro de conciliação. Foto: Dicom. Atividades foram apresentadas pela juíza Ana Florinda Dantas, uma das coordenadoras do centro de conciliação. Foto: Dicom.

Implementado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da faculdade Cesmac foi destaque no Congresso Internacional de Educação Superior, nesta quarta-feira (13). As ações do órgão foram apresentadas pela juíza Ana Florinda Dantas, que destacou a unidade como exemplo de atuação bem-sucedida durante a pandemia. 

Para a magistrada, que coordena o Centro junto com a professora Sônia Maria Albuquerque Soares, a virtualização das atividades foi um dos fatores que contribuíram para o sucesso alcançado. 

"O uso adequado dos meios de comunicação virtual e tecnológicos para alcançar os objetivos e uma prestação jurisdicional comunitária adaptada às restrições impostas pela pandemia foram essenciais", ressaltou a juíza Ana Florinda. 

Também participam das atividades do Cejusc, as conciliadoras Thasiana de Fátima Silva de Siqueira e Zelinda Maria Albuquerque Pinheiro. O Congresso Internacional de Educação Superior foi organizado pela faculdade Cesmac e teve como objetivo demonstrar as tecnologias digitais e as contribuições às práticas pedagógicas inovadoras nas diferentes áreas do conhecimento.

Ações desenvolvidas pelo Cejusc em 2020

No ano passado, o Centro realizou 214 atendimentos, ajudando a população em procedimentos de divórcio, pensão alimentícia, regularização de direito de convivência e cobrança de valores. Foram oferecidas orientações jurídicas por whatsapp e audiências virtuais de conciliação. 

Quatro cursos de extensão acadêmica voltados à solução de conflitos foram ministrados aos alunos do Cesmac. Também foi firmada parceria com a Associação Alagoana de Magistrados (Almagis) para a realização de mais atividades para a comunidade universitária.

Ao todo, 11 transmissões ao vivo aconteceram em parceria com a Liga Acadêmica de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos Extrajudiciais e Autocompositivos – Justiça e Cidadania (Lascejuc). Nelas, os universitários aprenderam mais sobre temas como violência contra o idoso, violência doméstica e contra as mulheres, relacionamentos abusivos, direitos da pessoa com deficiência, entre outros. 

Também foram realizadas lives sobre temas sugeridos pelos alunos, como depressão, autoestima e pensamento suicida. Houve ainda atendimento psicológico e de mediação de conflitos de forma virtual.

O projeto de apoio ao aleitamento materno teve atividades de campanha nas redes sociais. Enquanto isso, também foi criado o projeto de iniciação científica "A mediação como instrumento de gestão de conflitos no âmbito do Poder Judiciário: um estudo comparado entre o ordenamento jurídico brasileiro e o português", e três extensões universitárias remotas sobre mediação escolar, isolamento social e violência intrafamiliar.  

Winícius Correia - Dicom TJAL
imprensa@tjal.jus.br

Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.