Notícia

início>Notícia

Mulher - 27/01/2021 - 17:44:21
Presidente do TJAL debate ações de proteção a mulheres com deputadas estaduais
Proporcionar um atendimento empático para as vítimas de violência doméstica é uma das preocupações do desembargador Klever Loureiro

Encontro foi realizado na sede do TJAL, nesta quarta-feira (27). Foto: Adeildo Lobo Encontro foi realizado na sede do TJAL, nesta quarta-feira (27). Foto: Adeildo Lobo
Presidente do TJAL debate ações de proteção às mulheres com deputadas estaduais

O desembargador Klever Loureiro, presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), discutiu ações de proteção a mulheres vítimas de violência doméstica com as deputadas estaduais Fátima Canuto, Flávia Cavalcante, Ângela Garrote e o juiz auxiliar da Presidência, Orlando Rocha. O encontro foi realizado nesta quarta-feira (27), na sede da Corte de Justiça.

Na oportunidade, o presidente Klever Loureiro garantiu à bancada feminina da Assembleia Legislativa de Alagoas que o Poder Judiciário continuará investindo no combate à violência contra as mulheres e não medirá esforços para amparar as vítimas desse crime. 

“O mundo inteiro clama por soluções para esse problema. A mulher é assassinada brutalmente, agredida física e moralmente e muitas vezes elas se submetem a isso porque não têm para onde ir. A partir de agora, com essa casa que foi criada pelo meu antecessor, desembargador Tutmés Airan, elas terão um local provisório para ficar. É, pelo menos, um pontapé inicial para que todos se sensibilizem e saibam que o assunto é muito sério”.

A deputada Fátima Canuto destacou a importância de manter a parceria do Poder Legislativo com o Poder Judiciário para fazer diferença na condução da vida dos alagoanos. Na oportunidade, a parlamentar também desejou uma boa gestão ao novo presidente do TJAL.

''A parte física da Casa da Mulher Alagoana já foi entregue e falta apenas alguns ajustes para começar a funcionar. A bancada feminina da ALE já solicitou ao Governo do Estado a disponibilidade de uma delegada para que fique à disposição da casa, que faz história na vida das mulheres porque lá as vítimas de violência doméstica serão acolhidas. Hoje nós ouvimos do presidente Klever que poderemos contar com ele, que as mulheres alagoanas podem continuar contando com o Tribunal de Justiça'', disse a deputada.

O desembargador Klever Loureiro falou ainda sobre a necessidade de proporcionar um atendimento humanizado e empático para as mulheres que procurarem a casa. Para o presidente, pensar nos detalhes desse atendimento refletirá no empodaramento das vítimas, que poderão seguir em frente mais rapidamente.

''Na maioria das vezes as delegacias são administradas por autoridades policiais do sexo masculino e numa visão ampla, verifica-se que isso não é interessante porque eles não têm a mesma sensibilidade que uma mulher teria para entender essas situações. Sendo uma delegada mulher, as vítimas se sentirão mais à vontade para relatar as violências que sofreram'', exemplificou o desembargador.

Nesta quinta-feira (28), a partir das 10h, a presidente da Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), juíza Renata Gil, conhecerá a Casa da Mulher Alagoana. O presidente Klever Loureiro conduzirá a visita da magistrada, que é atuante no combate à violência contra a mulher.

Juiz Orlando Rocha, deputada Flávia Cavalcante, presidente Klever Loureiro e as deputadas Ângela Garrote e Fátima Canuto. Foto: Adeildo Lobo


Robertta Farias - Dicom TJAL
imprensa@tjal.jus.br



Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.