Coronavírus 12/06/2020 - 11:16:56
Famílias de quilombolas em Santana do Mundaú recebem cestas básicas e itens de higiene pessoal
Alimentos foram comprados com recursos repassados pelo TJAL, advindos de penas pecuniárias, e são destinados a famílias que vivem em situação de extrema pobreza

Botão whatsapp
Liderança comunitária entrega cesta básica a moradora de comunidade quilombola em Santana do Mundaú Liderança comunitária entrega cesta básica a moradora de comunidade quilombola em Santana do Mundaú

     Moradores das comunidades quilombolas Filus e Mariana, em Santana do Mundaú, receberam 120 cestas básicas, nesta quinta (11). Alimentos e outros itens foram adquiridos com recursos de verbas pecuniárias repassadas pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), e vão auxiliar no sustento de famílias que vivem em situação de extrema pobreza.

Outros 150 pacotes foram entregues ao Centro Espírita Santa Bárbara, em Santana do Ipanema, no Sertão. As  entidades beneficiadas totalizam 2.100 famílias em mais de dez municípios. As doações fazem parte da estratégia do TJAL de ajudar populações carentes a enfrentar a pandemia da Covid-19.

As comunidades estão usando os recursos conforme avaliam ser suas necessidades mais urgentes. Em algumas, foram comprados materiais que serviram à produção de máscaras, ou adquiridas máscaras prontas, fornecidas por mulheres da comunidade.Outras focaram em itens de higiene e limpeza. Em todos os casos, as verbas servem para mitigar os efeitos da pandemia de Covid-19.

"As cestas contêm feijão, arroz, farinha, farinha de milho, açúcar, café, óleo, biscoito, macarrão, além de sabão em barra, sabão em pó, água sanitária, esponja de aço e absorvente", explica Elis Lopes, da Rede Mulheres de Comunidades Tradicionais, que coordena a distribuição na Zona da Mata alagoana.

Antes da distribuição aos primeiros beneficiados, todas as cestas foram higienizadas. A entrega dos alimentos é feita por uma pessoa apenas. "A orientação é envolver o mínimo de pessoas para não expor as comunidades ao vírus. Tomarmos todos os cuidados e utilizamos máscaras", reforça a coordenadora  Elis Lopes. 

Para o presidente Tutmés Airan, a liberação de recursos para aquisição de alimentos e itens de higiene básica “é instrumento eficaz de prevenção e combate à Convid-19, sobretudo para famílias que ainda vivem em situação de pobreza e que se situam em localidades onde o sistema de saúde é deficitário.  

A distribuição de itens diversos prossegue nas comunidades de Muquém, em União dos Palmares, e Lunga, em Taquarana, durante a próxima semana. Confira aqui a lista de comunidades beneficiadas.  

Maikel Marques - Dicom TJAL
imprensa@tjal.jus.br


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.






















LEGISLAÇÃO E NORMAS