Coronavírus - 11/09/2020 - 19:48:27
Justia Restaurativa acompanhar vtimas de violncia domstica e agressores virtualmente
Medida visa dar continuidade aos trabalhos, interrompidos devido pandemia da Covid-19, com as partes de processos remetidos pelo Juizado da Mulher de Macei

Projeto foi apresentado, nesta sexta-feira (11), pela juíza Carolina Valões Projeto foi apresentado, nesta sexta-feira (11), pela juza Carolina Vales

A Justia Restaurativa, programa do Ncleo Permanente de Mtodos Consensuais de Soluo de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justia de Alagoas (TJAL), passar a acompanhar virtualmente, a partir de outubro, vtimas de violncia domstica e seus agressores. A medida visa dar continuidade aos trabalhos, interrompidos devido pandemia da Covid-19, com as partes de processos que foram remetidos pelo Juizado da Violncia Domstica e Familiar contra a Mulher da Capital, de 2018 a 2019.

O projeto, elaborado pela juza Carolina Vales, coordenadora do programa no Nupemec, e apresentado nesta sexta-feira (11), busca resgatar o vnculo de confiana entre as partes que j tinham comeado a serem acompanhadas e a equipe da Justia Restaurativa, viabilizando a continuidade dos atendimentos e restaurando os indivduos afetados pela violncia domstica.

''A execuo do projeto se dar primeiro com as vtimas que estavam em ps-circulo, ou seja, j tinham terminado o crculo de acompanhamento da Justia Restaurativa e estavam apenas em contato posterior de acompanhamento. Depois com as vtimas que ainda no tinham finalizado o procedimento no programa. Para tal, criaremos um grupo com mulheres e, paralelamente, outro grupo com os homens ofensores que estavam no ps-crculo e pr-circulo'', explicou a magistrada Carolina Vales.

Ser promovido um dilogo virtual em grupo com as vtimas a cada trs semanas, com durao de 30 a 40 minutos. Do mesmo modo ser feito com os agressores. Alm disso, semanalmente, e por meio do Whatsapp, a equipe da Justia Restaurativa entrar em contato com as partes para acompanhar a reflexo dos temas abordados anteriormente. Tambm sero encaminhados vdeos ldicos ou mensagens sobre o tema central.

Participaram da reunio de apresentao do projeto os juzes, integrantes do Nupemec, Jos Miranda, coordenador-geral, e Marcella Pontes Garcia, alm da representante do Programa Justia Presente do Conselho Nacional de Justia (CNJ), Vnia Vivente, e facilitadores da Justia Restaurativa do TJAL e do Centro Universitrio Tiradentes (UNIT).

Com a Justia restaurativa, a vtima empoderada, possibilitando o resgate de sua autonomia, dignidade e liberdade para a tomada de decises, inclusive, se for o caso, sobre a permanncia, ou no, no relacionamento. Por outro lado, despertada a conscincia do ofensor sobre a natureza criminosa da violncia domstica praticada, podendo contribuir para a mudana de seu comportamento.


Robertta Farias - Dicom TJAL 
imprensa@tjal.jus.br



Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.





Adotar  Amor