CNJ 06/05/2020 - 14:10:58
Humberto no comando do STJ é coroamento de trajetória vitoriosa, avalia presidente Tutmés
Atual corregedor nacional de Justiça, ministro alagoano Humberto Martins foi aclamado presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em sessão realizada por videoconferência

Presidente Tutmés Airan (ao microfone) com ministro Humberto Martins, em janeiro de 2019, no TJAL Presidente Tutmés Airan (ao microfone) com ministro Humberto Martins, em janeiro de 2019, no TJAL
Tutmés destaca posse de Humberto Martins no STJ como motivo de orgulho para Alagoas

O desembargador Tutmés Airan, presidente do TJAL, afirmou que o ministro Humberto Martins, aclamado o novo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), é motivo de orgulho para todos os alagoanos. “Humberto saiu de um Tribunal pequeno para ser ministro. Tem-se mostrado muito diligente, muito trabalhador”, comentou.

Para Tutmés, o ministro Humberto também se mostrou um “excelente” corregedor nacional da Justiça, cargo pelo qual responderá até assumir o comando do STJ, em agosto. “É de se esperar uma presidência muito interessante. É o coroamento de uma trajetória vitoriosa e de grande competência profissional”, completou Tutmés.

O ministro Humberto Martins, alagoano, foi aclamado o novo presidente do STJ no biênio 2020-2022 em sessão realizada por videoconferência. O ministro Jorge Mussi foi escolhido o novo vice-presidente. Os dois também assumirão o comando do Conselho da Justiça Federal (CFJ).

Eles vão substituir o atual presidente da corte, ministro João Otávio de Noronha, e a vice-presidente, ministra Maria Thereza de Assis Moura, que foi escolhida para o cargo de coorregedor nacional  do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O biênio dos atuais dirigentes termina no final de agosto.  

Após a aclamação, o ministro Humberto Martins parabenizou Noronha pelo trabalho realizado à frente do Tribunal, especialmente durante o momento de pandemia do novo coronavírus. Humberto afirmou que buscará manter as boas práticas já adotadas no tribunal e que apostará em gestão participativa.

Maikel Marques, com informações do STJ
imprensa@tjal.jus.br / 4009.3240/3141























LEGISLAÇÃO E NORMAS