CNJ 22/02/2021 - 17:42:20
CNJ realiza webinário sobre inovações no Poder Judiciário
Evento, que será transmitido no Youtube, nessa quarta (24), quinta (25) e sexta-feira (26), lançará o programa Justiça 4.0

Arte: CNJ Arte: CNJ
Termina hoje o webinário sobre inovações no Poder Judiciário realizado pelo CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza, nessa quarta (24), quinta (25) e sexta-feira (26), o webinário sobre inovações no Poder Judiciário.  Serão discutidas soluções tecnológicas, inteligência artificial, inovações no Judiciário, pandemia e setor público, contribuições das associações de magistrados, estratégias de integração, entre outros temas. 

A abertura do encontro será feita, às 10h, pelo ministro Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Devido aos cuidados para evitar a proliferação do coronavírus, o evento será realizado na modalidade semipresencial, com transmissão ao vivo nos canais do Youtube do CNJ e do TJRN.

Na oportunidade, o ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal e do CNJ, lançará o programa Justiça 4.0, que compreende um pacote de projetos, como a plataforma Sinapses de desenvolvimento e cooperação em inteligência artificial e a Plataforma Digital do Poder Judiciário. 

O programa Justiça 4.0 também tem ações voltadas à higienização e qualificação das bases de dados, fortalecendo a Base Nacional de Dados do Poder Judiciário (DataJud). O trabalho é desenvolvido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), sob a coordenação do CNJ. 

Programação

Após a cerimônia de abertura, haverá apresentação das soluções tecnológicas contempladas no programa Justiça 4.0, das estratégias de inteligência artificial, da própria Plataforma Digital do Poder Judiciário e de outras soluções utilizadas nos processos judiciais.

Na quinta-feira (25/2), os debates são sobre a formação e consolidação de uma cultura inovadora no Judiciário, com destaque aos Laboratórios de Inovação. E, no último dia, o tema é Centros de Inteligência e como eles podem atuar para a prevenção de litígios, para reforçar a gestão de precedentes e para aprimorar a integração dos Tribunais.

Clique aqui e confira a programação na íntegra. 


Diretoria de Comunicação, com informações do CNJ - R F
imprensa@tjal.jus.br























LEGISLAÇÃO E NORMAS