CNJ 01/04/2016 - 13:23:54
Juízes podem opinar sobre Política de Atenção Prioritária ao 1º Grau
Podem participar magistrados do 1º Grau da Justiça Estadual, do Trabalho, Federal, Auditorias Militares e Justiça Militar Estadual

    O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) elaborou questionário para que juízes de todo o país acompanhem e sugiram adequações à Política de Atenção Prioritária ao Primeiro Grau de Jurisdição, instituída pela resolução nº 194, de 26 de maio de 2014. As perguntas devem ser respondidas até o próximo dia 8, neste link.

    Podem participar magistrados do primeiro grau da Justiça Estadual, do Trabalho, Federal, Auditorias Militares e Justiça Militar Estadual. Para acessar o questionário, os juízes devem informar o CPF. Caso o documento não esteja cadastrado, é preciso encaminhar e-mail para dpj@cnj.jus.br. Segundo o CNJ, não haverá qualquer divulgação de dados individuais, apenas de resultados agrupados em estatísticas.

Melhoria do Primeiro Grau

    A Política Nacional de Atenção Prioritária ao Primeiro Grau de Juridição foi instituída com o objetivo de estruturar e implementar medidas concretas e permanentes com vistas à melhoria dos serviços judiciários prestados pela primeira instância dos tribunais brasileiros. De acordo com os indicadores do relatório "Justiça em Números", o primeiro grau de jurisdição é o segmento mais sobrecarregado do Poder Judiciário e, por conseguinte, aquele que presta serviços judiciários mais aquém da qualidade desejada.


Diego Silveira
 (Dicom TJ/AL), com informações da Secretaria de Comunicação Social do CNJ
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240






















LEGISLAÇÃO E NORMAS